Working (for a better world)...

Empregos para o Clima na reunião “Transição Justa” do Altersummit

Sindicalistas, ambientalistas e ativistas pela justiça social reuniram-se em Bruxelas no dia 21 de junho, numa reunião convocada pelo Altersummit, para discutir o tema “transição justa”.

O objetivo desta iniciativa foi criar um espaço seguro (safe space) para partilhar impressões e experiências sobre uma possível convergência entre o movimento climático e o movimento laboral.

25 ativistas da Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Noruega, Portugal, Reino Unido, República Checa e Roménia refletiram sobre as dificuldades que tiveram enquanto colaboraram (ou não conseguiram colaborar) com os sindicalistas (no caso dos ambientalistas) ou com os ambientalistas (no caso dos sindicalistas).

Foram apresentados duas lutas concretas em que sindicatos, ONGs e movimentos de base juntaram-se por uma causa comum. O primeiro exemplo foi a luta contra o fracking no País Basco e o segundo foi a campanha Empregos para o Clima.

Uma das sessões mais interessantes foi a discussão em que foram colocadas duas perguntas:

– para os sindicalistas: o que poderiam fazer melhor os grupos/ativistas pela justiça climática para facilitar uma colaboração forte e para apoiar o vosso trabalho?

– para os ativistas pela justiça climática: o que poderiam fazer melhor os sindicatos para facilitar uma colaboração forte e para apoiar o vosso trabalho?

Uma vez que a reunião foi fechada e ficou decidido não divulgar as conversas (para assegurar o sentimento do safe space), não podemos partilhar aqui as respostas que foram muito interessantes e inspiradoras. Contudo, achamos importante ter esta discussão e reflexão mais vezes em mais sítios.

dead planet

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *